Beleriand - The First Age

RPG dos Escritos de Tolkien
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Caras Galadhon

Ir em baixo 
AutorMensagem
Celeborn

avatar

Mensagens : 51
Data de inscrição : 27/07/2010

Ficha do personagem
Nome: Celeborn
Título: 3
Armas: Espada Longa Noldorin

MensagemAssunto: Caras Galadhon   Sab Ago 07 2010, 11:54

Caras Galadhon, capital de Lothlórien, é uma altiva árvore em um íngreme, e alto, morro. Seu destaque é enorme quando encontrada, e sua localização é ocultada pelas florestas ao seu redor. Suas folhas são tão largas e abundantes que a presença de elfos em suas copas é quase invisível.





Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Celeborn

avatar

Mensagens : 51
Data de inscrição : 27/07/2010

Ficha do personagem
Nome: Celeborn
Título: 3
Armas: Espada Longa Noldorin

MensagemAssunto: Re: Caras Galadhon   Sab Ago 07 2010, 13:23

O Povo de Menegroth adentrou as florestas de Celebrant. vagaram pelo nada em busca de uma morada. Amroth ia na frente, liderando o grupo mais nobre dos elfos da imigração, Oropher cuidava das fronteiras oeste e Amdír das florestas a leste. A viagem foi incansável, mas lenta e triste, pois não achavam uma morada, e vagavam em linha reta. Passaram com dificuldades por uma ladeira, mas ao chegar no topo, onde não havia árvores, Amroth avistou ao longe Caras Galadhon, e contemplou e abençoou aquela árvore. Oropher que chegava com seu cavalo trotando rápido, trajado de uma malha de aço, cabelos negros e lisos, com uma capa vinho de tecido tão reluzente como o sol e roupas verdes.

Oropher, veja! Alí será nossa morada. E ali ficaremos por um tempo.

Oropher assentiu com a cabeça, e não se falaram, embora apartir dali começaram a cavalgar lado a lado, mais amigos do que antes.

Os dois guiaram o povo de Doriath floresta adentro, agora a marcha era frutífera e bastante eficaz, com os imigrantes cheios de esperanças e alegria. Continuaram discretos, sem muitos vestígios, e fixaram-se ali. Logo chegaram Amdír e Oropher começaram a organizar os grupos de construção, mandando as mulheres, crianças, e adultos ricos ou nobres para o rio de Celebrant enquanto as obras se sucediam. No entardecer já estava tudo pronto, e Oropher foi encarregado de levar os civis que esperavam no curso do rio Celebrant até Caras Galadhon; e eles foram pelo caminho de Celebrant, pulando e cantarolando canções alegres e felizes.

Durante a noite Amroth trajou-se com seus os trajes utilizados na imigração e juntou algumas coisas e saiu de seu palácio, mas foi interrompido por Oropher, que saltou do corredor como uma sombra, e elegantemente pos sua mão no peito de Amroth, impedindo-o de passar. Olhou os olhos de Amroth, que saltavam e contavam seus segredos, mas mesmo assim Oropher perguntou com sua voz clara e límpida.


Aonde vai, Amroth, colonizador oficial de Lothlórien?

Falou ironicamente, terminando com um sorriso pacifista que esbanjava serenidade e compaixão.

- Vou ao oeste, onde as fozes dos rios brilham. Mas ainda sim vou estar em Lothlórien.

Oropher feichou seu sorriso, e tomou uma expressão séria e repressiva. Sua ira podia ser sentida, e todas as luzes estabelecidas pelos elfos enfraqueceram, e toda a árvore chaqualhou. Mas não passava de uma impreensão de Amroth, que criava tudo em sua mente.

Não irás a lugar nenhum sem mim, meu amigo. E sim, muitos hão de ir contigo, ou o imitarão. Por hora, iremos apenas nós.

Não mais conversaram por muito tempo e desceram as altivas escadas de Caras Galadhon, com muitos seguidores. Não eram poucos, mas também não eram muitos; porém de qualquer forma Amdír os viu descer, sentiu em seu interior que não veria seu amado filho por muito tempo, desejando poder serem mais próximos. Amdír nada fez, apenas assistiu sua partida e logo voltou a organizar Caras Galadhon.

Amroth e Oropher cavalgaram a passos lentos em direção ao oeste, e mal tinha alcançado o morro no qual viram Caras Galadhon (que era um círculo ao redor da mesma) quando amanheceu. Temeram orcs, temeram anões, e temeram até mesmo os elfos encontrados em Carlenadhon em seu percusso por cima de rios, por entre as árvores, por cima das gramas. Demoraram bastante, mas ainda chegaram em Cerin Amroth depois do almoço.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
Caras Galadhon
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Letania de Sangre
» Centro de Kumogakure
» Elisa

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Beleriand - The First Age  :: Área On [Reinos e Cidades] :: Lothlórien :: Caras Galadhon-
Ir para: